Urban Taste

Viva a cidade. Saboreie experiências.

Confira 14 passeios para aproveitar SP na época de festas

Adriana Terra

Colaboração para o UOL, em São Paulo

19/12/2017 12h12

São Paulo tem trilhas, cachoeiras, templo budista, vila operária, piscinas, borboletário, um dos melhores teatros do mundo. Mas a rotina corrida nem sempre deixa tempo para aproveitar a diversidade de experiências que a cidade abriga. Que tal aproveitar os dias de folga no fim de ano para conhecer ou revisitar alguns locais? Abaixo, fizemos uma seleção de 14 passeios para ser feitos de dia nos quatro cantos de SP:

Parque Jaraguá

Quer desconectar um pouco? Com o Horto Florestal e o Parque da Cantareira fechados como medida preventiva contra a febre amarela, o Parque do Jaraguá é uma ótima maneira de entrar em contato com a natureza. Localizado na parte noroeste da cidade, lá é possível fazer trilhas, avistar a cidade do Pico do Jaraguá e conhecer espécies nativas como João Velho (pica-pau), Quati e Bicho Preguiça.

Vai lá: rua Antônio Cardoso Nogueira, 539, Vila Chica Luiza; tel.: (11) 3943-5222 / (11) 3941-2162; estação Vila Clarice da CPTM (Linha Rubi) -- mais informações aqui.

Solar da Marquesa

Ao lado do Pateo do Collegio, a construção do século 18 foi propriedade da Marquesa de Santos entre 1834 e 1867, quando recebia saraus e bailes. Depois, uma companhia de gás se instalou ali e, em 1975, foi sede da Secretaria Municipal de Cultura. Foi recentemente restaurada e tem arquitetura agradável que vale a visita em um roteiro pelo centro. 

Vai lá: rua Roberto Simonsen, 136; tel: (11) 3241-1081; estações Sé ou São Bento do metrô. Abre de terça a domingo, das 9h às 17h, com entrada gratuita. 

Jardim Botânico

O Jardim Botânico do Rio é parada turística muito popular, mas você já visitou o de São Paulo? Mais uma opção para fugir do concreto, dessa vez na zona sul, o quase centenário pedaço de verde tem diversas espécies de plantas, flores, árvores, estufas, lagos.

Vai lá: av. Miguel Stéfano, 3031, Água Funda; tel.: 11 5067-6000. Abre de terça a domingo, das 9h às 17h. Mais informações aqui.

Templo Budista

Ainda na zona zul, no Grajaú, este belo templo criado e mantido por imigrantes chineses e seus descendentes, com o apoio dos governos da China e de Taiwan, pode ser visitado aos domingos, mesmo nos dias 24 e 31 de dezembro.

Vai lá: rua Rio São Nicolau; tel.: 11 3228-7910; aberto das 9h às 14h.

Teatro Oficina

Projetado pela arquiteta Lina Bo Bardi, o prédio do Oficina foi eleito pelo jornal britânico "The Guardian" como o melhor teatro do mundo em 2015. Para quem não conhece, uma ótima oportunidade não só de ver de perto essa obra, assistir a uma peça -- há apresentações especiais de "Bacantes" no fim de ano --, como também se informar sobre o movimento pela preservação do local e do entorno.

Vai lá: rua Jaceguai, 520. Para agendar visitas e saber mais sobre horários: 11 3106-2818; comunicacao@teatroficina.com.br. Mais informações aqui.

Cachoeiras da zona sul

Do Sagui, de Marsilac e da Usina são algumas das quedas d'água do extremo sul da cidade, entre as regiões de Parelheiros e Engenheiro Marsilac, que fazem parte de um roteiro de ecoturismo lançado na gestão passada da prefeitura. Para saber mais sobre as rotas possíveis na região e contatar guias, vale visitar esta páginaAqui, é possível se informar sobre uma das mais populares cachoeiras da região, a do Jamil, que tem até uma "prainha".

Borboletário

Mais um passeio com natureza na zona sul. Inaugurado em 2014, este parque focado na criação de borboletas fica dentro da área de proteção ambiental Capivari-Monos. Possui mais de duas mil borboletas, espaço infantil, trilha ecológica, passeio de caiaque e restaurante.

Vai lá: Estrada da Ponte Alta, 4.300, Engenheiro Marsilac. Ingresso: R$ 39,90. Aberto das 10h às 16h aos sábados, domingos e feriados (confirmar funcionamento pelo telefone 11 2908-0125). Mais informações aqui

Vila Itororó

Na Bela Vista, o conjunto arquitetônico da década de 1920, após desapropriação, vem recebendo nos últimos anos projetos que pretendem testar modelos culturais ao invés de impô-los aos moradores do bairro. Intitulado Canteiro Aberto, abriga ainda um galpão que é espaço para experimentações em teatro, dança, cinema, música. A visita vale tanto para conhecer sobre a construção e a história dela, quanto pela programação.

Vai lá: Rua Pedroso, 238. Vale consultar o site www.vilaitororo.org.br e escrever para info@vilaitororo.org.br antes de visitar.

Passeio na Mooca

Tem o Museu da Imigração, tem novos restaurantes, tem o estádio do Juventus, tem ruas charmosas com casas com clima de interior. Pedimos ajuda neste ano ao @Instamooca para fazer um roteiro neste bairro da zona leste da cidade, e o resultado são dicas bem legais para quem quer se iniciar na vida mooquense, veja aqui.

Castelinho da rua Apa

Reinaugurado neste ano após quatro décadas fechado, a construção com arquitetura peculiar do início do século 20, casarão que tem fama de mal assombrado por ter sido palco de um crime, fica na Santa Cecília e é hoje sede da ONG Mães do Brasil, que tem como proposta assistir moradores de rua e pessoas em situação de vulnerabilidade social. Para visitar o local -- que recebe bazares --, vale ligar para 11 3662-1444.

Vai lá: Av. São João, 2150.

Vila Maria Zélia

Fundada há um século, a primeira vila operária do Brasil fica no Belenzinho, na zona leste. É composta de casinhas, capela, escolas, rancho, quiosque, um grande armazém. Já foram encenadas peças no espaço, que vira e mexe é palco de gravações e recebe eventos.

Vai lá: rua dos Prazeres, 362. Para saber mais informações consulte o site: www.vilamariazelia.com.br

IMS

Um dos novos centros culturais inaugurados neste ano na cidade, o Instituto Moreira Salles fica bem na avenida Paulista e, além de abrigar exposições e ter programação de filmes -- consulte aqui --, é sede também do Balaio, restaurante e café comandado pelo chef do Mocotó. Fechará nos dias 24, 25 e 31 de dezembro, além de 1º de janeiro.

Vai lá: av. Paulista, 2424; entrada gratuita.

Casa do Rosário

No extremo sul da cidade, a Casa do Rosário é uma galeria que fica dentro da hospedaria Centro Paulus. É o primeiro centro artístico da região e tem foco em arte popular afro-brasileira.

Vai lá: Rua Amaro Alves do Rosário, 102, Parelheiros; www.centropaulus.com.br. É preciso ligar com dois dias de antecedência para agendar visita: 11 5920-8933.

Sesc 24 de Maio + galerias

Outro novo centro cultural da cidade, o Sesc 24 de Maio tem programação intensa mesmo neste fim de ano -- veja aqui. Com piscina na cobertura, exposições, cinema, lanchonete, espaço para descanso e uso do wi-fi, o local pode ser emendado com um passeio pelas grandes galerias do centro, que ficam bem pertinho.

Vai lá: Rua 24 de maio, 109.  Abre de terça a domingo, das 9h às 18h.

Siga Urban Taste no Instagram: @urbantasteuol

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Urban Taste

Topo