Urban Taste

Viva a cidade. Saboreie experiências.

Como o gin ganhou a preferência na noite brasileira?

Fernando Moraes/UOL
Imagem: Fernando Moraes/UOL

Luciana Mastrorosa

Colaboração para o UOL, em São Paulo

13/04/2018 04h00

Depois de conquistar os jovens descolados europeus, principalmente na Espanha, o gin parece ter arrebatado a preferência também dos brasileiros. Pesquisa realizada pela agência Llorente & Cuenca, encomendada pela Baccardi, aponta que o gin é o destilado preferido entre os brasileiros das classes A e B, superando o uísque e a vodca. A bebida, criada na Holanda e popularizada na Inglaterra, foi citada por 34% dos entrevistados*.

Vários drinques clássicos – do Dry Martini ao Negroni – levam o destilado, que tem como diferencial ser aromatizado com uma mistura de especiarias, em particular o zimbro. O mixologista Jean Ponce, do Guarita Bar, em São Paulo, é um dos entusiastas do gin. Para ele, o sucesso atual da bebida se deve à mudança no cenário gastronômico no Brasil, em particular na última década. "Hoje, todo mundo reconhece a gastronomia brasileira e sabe identificar bons produtos. A coquetelaria pegou carona nisso e temos uma leva de coquetéis clássicos e contemporâneos, a maioria feita com gin", diz.

Márcio Silva, do paulistano Guilhotina, concorda com o colega. "Estamos ganhando uma maturidade gastronômica geral. Hoje a gastronomia brasileira está em evidência no mundo inteiro, e o brasileiro começa a despertar para diferentes gostos. O gin é um deles”, acredita.

Até o clássico gin tônica foi revisitado: em vez de ser servido em copo longo, como se fazia antes, agora os aromas da bebida e diferentes ingredientes são valorizados em taças maiores e bojudas. "A vantagem do gin é que ele continua sendo uma bebida neutra, como a vodca, mas com infusão de ervas, com algum toque a mais. Cada marca tem seu perfil, algumas colocam rosas, outras, açafrão, pepino, hibisco", lembra Marcio.

Os consumidores têm aprovado essa redescoberta da bebida. A administradora Juliana Ferrarezi, de 32 anos, gosta de drinques com gin porque, além do sabor, não causa o estufamento típico da cerveja. O estudante de Direito João Pedro Tavares da Silva, de 20 anos, também frequenta o Guarita e é um grande fã de gin, que descobriu ao pesquisar mais sobre a mixologia. "Provei alguns coquetéis diferentes e acabei apegado aos drinques com gin, hoje sempre faço em casa".

Passo a passo

O mixologista Jean Ponce ensina o passo a passo do Vá de Táxi, drinque com gin, calda de pepino, melancia, algas e flor de sal:

Gin
Faça um Vá de Táxi em casa
Imagem: Fernando Moraes/UOL
 Vá de Táxi

Por Jean Ponce, do Guarita Bar

Rendimento: 1 coquetel

Ingredientes:

50 ml de gin com folhas de limão e melancia

20 ml de calda de pepino

1 folha de alga

1 pitada de flor de sal

70 ml de água tônica ou o suficiente para completar

Gelo quanto baste

Modo de preparo:

Em 50 ml de gin, infusione 2 folhas de limão e 6 fatias finas e pequenas de melancia. Reserve. Faça uma calda fervendo meio litro de água com um quilo de açúcar. Ferva e mexa por 10 minutos. Quando o açúcar diluir totalmente, tire a calda do fogo e leve à geladeira até ficar em temperatura ambiente. Separe 500 ml dessa calda de açúcar e bata no liquidificador com 3 pepinos. Coe e reserve. Na hora de preparar o drinque, coloque o gin coado, a calda de pepino e o suco de limão em um coqueteleira e bata com gelo. Coe num copo longo com gelo e complete com a tônica. Finalize com a folha de alga e a flor de sal. Sirva em seguida. Guarde a calda de pepino na geladeira se não usar na hora para fazer os coquetéis.

Se seu negócio não é preparar, mas apenas beber, veja onde provar bons coquetéis à base de gin:

Rubens Kato/ Divulgação
O Acônito, do Seen, leva gin Tanqueray, licor Strega, suco de limão siciliano, xarope de açúcar e espumante Imagem: Rubens Kato/ Divulgação

Em São Paulo

Guarita Bar

No balcão desse bar descolado, em Pinheiros, a coquetelaria reforça o uso de ingredientes brasileiros. Além do gin, Ponce também usa a Tiquira, um destilado artesanal de mandioca, e bitters de madeiras brasileiras e café.

Vai lá: Rua Simão Álvares, 952, São Paulo. Telefone: (11) 3360-3651


Guilhotina Bar

Também em Pinheiros, o Guilhotina apresenta carta de coquetéis recheada com as criações de Márcio Silva. O drinque batizado de "50 tons de Grey" leva gin Bombay Sapphire com chá Earl Grey, espumante seco, limão, açúcar demerara e especiarias.

Vai lá: Rua Costa Carvalho, 84, São Paulo. Telefone: (11) 3031-0955

Axado

Inaugurado em março, o Axado combina gastronomia de alto nível, com cardápio assinado pelo chef estrelado Joachim Koerper, a coquetéis contemporâneos e de muita personalidade criados por Rodolfo Bob. Para acompanhar as pork ribs ou o bolinho de bacalhau, peça o Chinese Xsmash, com gin infusionado com chá lapsang souchong (com notas de defumado), manjericão roxo, calda de hortelã, especiarias com sal marinho e mix cítrico.

Vai lá: Rua Deputado Lacerda Franco, 478, São Paulo. Telefone: (11) 3819-1304

Le Jazz Petit

O irmão mais novo do Le Jazz Pinheiros serve bons drinques e petiscos com sotaque francês na movimentada calçada da rua dos Pinheiros. Enquanto saboreia um camembert empanado ou um sanduíche de leitão crocante, prove o Aviation, que leva gin, licor Maraschino, licor de violetas, suco e twist de limão.

Vai lá: Rua dos Pinheiros, 262, São Paulo. Telefone: (11) 2359-8141

Boca de Ouro

Num pedaço tranquilo da rua Cônego Eugênio Leite, o bar Boca de Ouro acerta com a combinação de coquetéis bem executados e petiscos na medida, como torresmos e bolovo. Arnaldo Hirai, ex-jornalista, é o responsável pelos drinques (e a trilha sonora). Prove o Hanky Panky, com gin, vermute tinto e fernet branca, e o Fitzgerald, que combina gin, limão siciliano e angostura.

Vai lá: Rua Cônego Eugênio Leite, 1121, São Paulo. Telefone: (11) 4371-3933

Majestic Drinks

Com nome de cinema antigo, este bar na Vila Madalena é um bom lugar para tomar um drinque clássico com gin, como o Negroni, que combina o destilado com Campari, vermute e tônica. Os coquetéis são simples e bem executados e o comando do bar fica por conta do bartender Neto Oliveira, o Netinho, mesmo dono do Paramount.

Vai lá: Rua Delfina 130, São Paulo. Telefone: (11) 3031-3745

Peppino Bar

Para curtir "la dolce vita", o Peppino é um bar italiano no Jardim Europa, com comida e coquetéis que refletem essa gastronomia. Para comer, vá de pizzetas e polpettone. E, para beber, refresque o paladar com o Spring Lemon, com gin, maçã verde, capim-santo, limão siciliano e tônica.

Vai lá: Rua João Cachoeira, 175, São Paulo. Telefone: (11) 3368-6863

Tan Tan Noodle Bar

Lámen e gim combinam? Sim! Em uma casa disputadíssima em Pinheiros, o Tan Tan oferece excelentes tigelas de macarrão ensopado ao estilo japonês (chamado de lámen ou rámen), os carros-chefes da casa, além de petiscos orientais, como gyoza e pork bun. Dentre os coquetéis autorais e releituras, o Ray Brown é uma interessante mistura de gin, tintura de cardamomo, angostura e limão.

Vai lá: Rua Fradique Coutinho, 153, São Paulo. Telefone: (11) 2373-3587

Seen

Instalado na cobertura do Hotel Tivoli, na região da avenida Paulista, o Seen é o lugar perfeito para saborear um drinque bem executado enquanto aprecia a vista da cidade. O Martini Seen combina gin Plymouth a dry vermute e pimenta de cheiro. Outra boa pedida é o Acônito, com gin Tanqueray, licor Strega, suco de limão siciliano, xarope de açúcar e espumante.

Vai lá: Alameda Santos, 1437, São Paulo. Telefone: (11) 3146-5923 

Frank Bar

Outro excelente bar de hotel, o Frank, no lobby do Maksud Plaza, convida a um drinque (e depois mais outro) em uma atmosfera classuda e elegante. O Dry Alaska é para os fortes, com gin Beefeater 24, elixir vegetal, Fernando de Castilla classic manzanilla, folha de oliveira, tintura adstringente e bitters de laranja, especial para aqueles momentos em que se quer relaxar de verdade na happy hour.

Vai lá: Maksoud  Plaza Hotel. Rua São Carlos do Pinhal, 424, São Paulo. Telefone: (11) 3145-8000 

No Rio de Janeiro

Astor

O bar Astor, em Ipanema – sucesso também em São Paulo –, apresenta uma boa carta de drinques com versões diferentes de gin tônica. O Rose Cucumber leva gin, tônica, bitter Burlesque, casca de pepino e pétalas de rosas. Para uma pegada mais intensa, prove o Pine Basill, assinado pelo bartender Frajola, do SubAstor, de São Paulo, com gin, tônica, abacaxi desidratado e manjericão roxo. A versão com caju também é deliciosa.

Vai lá: Avenida Vieira Souto, 110, Rio de Janeiro. Telefone: (21) 2523-0085

Nosso

Também em Ipanema, o Nosso oferece coquetéis impecáveis com a assinatura do mixologista Tai Barbin (ex-Bar D'Hotel). Além de tradicionais gin tônicas (também em versão míni), a carta tem boas opções como o Don Juan, com gin, grapefruit, manjericão, gengibre e limão siciliano.

Vai lá: Rua Maria Quitéria, 91, Rio de Janeiro. Telefone: (21) 99619-0099

Em Belo Horizonte

Savá Café & Pub

No descolado bairro de Savassi, o Savá tem bons coquetéis e também entrou na onda do gin. Peça um gin tônica clássico para acompanhar os bons hambúrgueres e as batatinhas crocantes e douradas do pub, de ambiente bem descontraído e moderno.

Vai lá: Avenida Cristovão Colombo 282, Belo Horizonte. Telefone: (31) 3261-6392

* Não se esqueça: Beba com moderação! E, se beber, não dirija

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo