menu
Topo

Cultura e lazer

Viva a cidade. Saboreie experiências.

Aprenda a fazer o Bloody Mekong, um drinque com toque vietnamita

Divulgação
Bloody Mekong, drinque com toque vietnamita, do Bia Hoi SP Imagem: Divulgação

Luciana Mastrorosa

Colaboração para o Urban Taste, em São Paulo

15/06/2018 04h00

Inspirado na cozinha do Vietnã, o Bia Hoi SP, no centro de São Paulo, vem atraindo gente de toda a cidade em busca de seus pratos bem temperados e drinques refrescantes. Com ambiente charmoso e moderno, o "boteco vietnamita", como se autodenomina, é o lugar para provar os sabores desse país asiático, com especiarias e misturas de ingredientes típicas.

Até os coquetéis receberam toques vietnamitas: o Bloody Mekong é um blood mary revisitado, temperado com molho de peixe no lugar do molho inglês, e pimenta sriracha em vez do tradicional molho tabasco. Além dessas trocas para deixar o drinque com a cara do Vietnã, a bebida é servida com um diferencial: uma fatia de cha lua, presunto cozido vietnamita, que Dani Borges, a chef e sócia da casa, prepara por lá. "Colocamos o presunto para dar mais personalidade e trazer mais elementos. Tudo é feito aqui”, afirma. Esse é um dos drinques mais pedidos da casa, é o campeão dos almoços de sábado.

A carta de drinques é assinada pelo mixologista Rafael Mariachi, a partir do briefing passado pelos sócios. Dani queria bebidas que fossem simples e pudessem ser executadas com ingredientes que já existissem na casa, sem deixar de lado a personalidade vietnamita. "A gente não quer ser um bar de alta coquetelaria, por isso pedi drinques que fossem leves", diz Dani.

Veja também:

Sempre seguindo essa pegada, além do Bloody Mekong, a carta também tem Mojito Jasmim, com rum, hortelã, capim-limão e xarope de jasmim, Hanói Gim Tônica, com infusão de capim-limão, e coquetéis com kombucha, chá fermentado, nas versões Verde e Vermelha, sempre com base de vodca. Como conta Dani, a casa aderiu à onda de não usar canudinhos de plástico, por razões ambientais. Por isso, procura colocar em todo drinque algo comestível para mexer a bebida. No caso do Bloody Mekong, entra o talo de salsão.

Apesar de se considerar um boteco, o Bia  Hoi SP tem um cardápio que lembra muito o de restaurante, com menu executivo de preço atraente no almoço (R$ 34,90 o combo com entrada, principal e sobremesa, de segunda a sexta) e pratos à la carte tanto no almoço quanto no jantar.

Se a ideia for apenas petiscar, comece pelo refrescante Goi  Cuon, rolinhos primavera vietnamitas. Enrolados em papel de arroz e recheados com legumes e uma profusão de ervas frescas, podem ser vegetarianos ou levar camarão no vapor – acompanhados de molho picante e adocicado. São perfeitos para acompanhar os drinques. Se quiser algo mais substancioso, prove o Thit  Kho To, picadinho de filé-mignon suíno servido com um perfumado molho de leite de coco queimado. No jantar, a casa também serve o pho, um caldo quente e aromático, cozido por horas a fio com diversas especiarias (tem até cardamomo negro) e servido com talharim de arroz e acompanhamentos, como limão, pimenta, carnes e vegetais.

Dê uma chance também às sobremesas: o crème  brûlée, receita francesa, é preparado com compota de jaca feita na casa. A jaca, quem diria, também é fruta típica do Vietnã.

Aprenda a fazer

Bloody Mekong, do Bia Hoi SP

Ingredientes:
60 ml de vodca de boa qualidade
10 ml de suco de limão  
90 ml suco de tomate bem grosso
10 ml de molho de peixe  
Molho de pimenta Sriracha e pimenta-do-reino a gosto
1 rodela de cha lua (presunto vietnamita) para servir
1 talo de salsão para servir
Gelo

Modo de preparo:
Encha um copo de 300 ml com gelo. Coloque mais gelo numa coqueteleira e junte o suco de tomate e a vodca. Tempere com o molho de peixe e gotas de pimenta Sriracha. Misture bem e acerte o sal e a pimenta, se necessário. Despeje sobre o gelo no copo. Sobre a borda do copo, acomode uma rodela de cha lua e toste-a com um maçarico. Acrescente o talo de salsão e sirva em seguida.

Receitas adicionais

Suco de tomate fresco
Ingredientes:
1 kg de tomates bem maduros

Modo de preparo:
Leve os tomates inteiros ao forno médio, a 180°C, cobertos por papel-alumínio e asse por 35 minutos. Após esse período, retire a assadeira do forno e deixe esfriar. Em seguida, passe os tomates inteiros no processador, com pele e tudo, até formar uma massa homogênea. Coe essa massa, primeiro, em uma peneira grossa. Em seguida, passe-a por uma peneira mais fina. É importante que o suco fique bem grosso, assim o Bloody Mekong não ficará aguado com adição do gelo.

Cha lua (presunto vietnamita)
Ingredientes:
1 kg de lombo de porco moído
2 colheres (sopa) de farinha de tapioca
1 colher (sopa) de fermento em pó diluído em 20 ml de água morna
30 ml de molho de peixe (compre em casa de produtos orientais)
Sal a gosto
Pimenta-do-reino a gosto
1/2 colher (café) de anis moído
1/2 colher (café) de coentro moído

Modo de preparo:
Tempere a carne de porco com o molho de peixe e mexa bem para incorporar. Em seguida, acrescente primeiro a tapioca, misture, e junte o fermento em pó diluído em água. Acerte o sal e a pimenta-do-reino e, ao final, junte o coentro e o anis, misturando bem. Leve a mistura ao freezer para gelar por, no mínimo, 3 horas. Depois desse período, bata bem a mistura no processador, ainda congelada, para obter uma massa uniforme e homogênea. Divida essa massa em 5 porções e enrole-as em filme plástico, dando uma forma cilíndrica ao presunto. Deixe cada cilindro bem firme e enrole-o em papel-alumínio. Cozinhe os presuntos no vapor por 40 minutos. Deixe esfriar, fatie e sirva. Reserve na geladeira se não usar tudo, mas consuma em 3 a 4 dias, no máximo. Observação: uma vez montado, o cha lua pode ir ao freezer por até 1 mês – assim você poderá ter o presunto fresco, cozinhando-o apenas quando for consumi-lo.

Vai lá:

Bia Hoi Vietpub
Rua Rego Freitas, 516, Vila Buarque, São Paulo – SP

Veja também:

Mais Cultura e lazer