Topo

Cultura e lazer

Viva a cidade. Saboreie experiências.

11 comidas de boteco que valem mais do que um abraço

Luiza Sahd

Colaboração para o Urban Taste

02/07/2018 04h00

Quantas vezes na vida a gente valoriza o que realmente importa? Diante de um momento difícil, o que todo mundo quer, no fundo, é um cento de salgadinhos ou um rodízio de comidas de boteco para afogar as mágoas, sejamos francos.

Aqui, em plena Copa do Mundo, reunimos 11 provas de que o Brasil é melhor em tudo, mesmo. E o melhor: todas as opções harmonizam com cerveja e torcida.

Coxinha

Antonio Rodrigues/Divulgação
Coxinha Buraco Quente do Bar Original Imagem: Antonio Rodrigues/Divulgação

Comecemos pela rainha de todas as comidas do planeta. Não importa que tentem te convencer sobre foie gras, bacalhau norueguês ou coisa que o valha. Ignore e peça uma boa coxinha!

Sanduíche de pernil

Rogério Canella/Hype/Folhapress
O sanduíche de pernil do Bar Estadão Imagem: Rogério Canella/Hype/Folhapress

É nutritivo. Tem cebola. Tem pãozinho francês fresquinho. Quem precisa de amor quando tem um sanduíche de pernil por perto?

Croquete

Antônio Rodrigues/Divulgação
Croquete de costela do Pirajá Imagem: Antônio Rodrigues/Divulgação

Comida empanada sempre é melhor do que apenas comida. Nesse caso, temos um milagre do improvável: fazer uma simples carninha moída virar um manjar dos deuses. Parabéns aos envolvidos!

Bolovo

Divulgação/facebook.com/barbocadeouro/
Bolovo do bar Boca de Ouro Imagem: Divulgação/facebook.com/barbocadeouro/

O filho da receita de ovo escocês nos enche de orgulho como se fosse criação nossa. Não faz mal que não inventamos o bolovo. O importante é dar o devido valor a essa iguaria!

Torresmo

Divulgação
Porção de torresmo do food truck do Mocotó Imagem: Divulgação

O que dizer desse inimigo das artérias que conhecemos tão bem e admiramos pacas? Um pouquinho de gordura a mais na comida, às vezes, equivale a um montão a mais de alegria na vida. Pense nisso e abrace o seu torresmo!

Mandioca frita

Divulgação
Mandioca frita com costela suína da Choperia Pinguim Imagem: Divulgação

Um verdadeiro orgulho nacional. Saudar a mandioca é muito pouco. Podemos também passar num bom molhinho, colocar um pouco de alho, mastigar, enfim. Mandioca vai bem com tudo, até com enxaqueca.

Frango a passarinho

Newton Santos / Hype
Frango a passarinho do Bar Brahma Imagem: Newton Santos / Hype

Tão simples, tão crocante, tão suculento, tão nutritivo. O frango a passarinho não é algo muito elegante para se comer em um date ou situação romântica, mas quem se importa com estética quando tem um franguinho cheio de sabor nas mãos?

Escondidinho

Divulgação
Escondidinho do Lá no escondidinho Imagem: Divulgação

Até o nome é cativante. Já que estamos falando de mandioca, não podemos deixar de mencionar a forma mais sublime deste legume: quando ela derrete e se mistura com carne seca, só nos resta sorrir.

Calabresa acebolada

Felipe Pidi/Divulgação
Calabresa acebolada do Soul Botequim Imagem: Felipe Pidi/Divulgação

Cheirosa e gostosa como todos nós, brasileiros, a calabresa acebolada é sempre um motivo para sorrir e lembrar que o mundo é um lugar bom.

Isca de peixe

Getty Images
Isca de peixe Imagem: Getty Images

Uma iguaria maravilhosa na praia ou no bar, inclusive porque a gente quase nunca sabe que peixe estamos mastigando e basta um molhinho tártaro acompanhando para a gente concluir que toda isca de peixe é igualmente maravilhosa.


Pastel

Divulgação
Ator Chris Pratt come pastel durante passagem por São Paulo Imagem: Divulgação

Começamos com a rainha das comidas e terminamos com o rei. O pastel, na feira ou no bar, deveria ser um direito básico garantido pela Constituição.

Mais Cultura e lazer