menu
Topo

Cultura e lazer

Viva a cidade. Saboreie experiências.

Dá tempo: 15 oficinas gratuitas que acontecem ainda este ano em São Paulo

Alisson Ricardo / Divulgação
Técnica de serigrafia usada nas oficinas na calçada do Museu da Casa Brasileira Imagem: Alisson Ricardo / Divulgação

Débora Fiorini

Colaboração para o Urban Taste, em São Paulo

01/12/2018 04h00

Recheada de opções, a capital paulista não desaponta quem ainda quer fazer ou aprender algo novo em 2018. Para suar, tem forró e rapel. Para acalmar, tem meditação e Tai Chi Chuan. Para despertar o lado artístico, tem desenho e costura.

Veja também:

Essas são algumas das práticas que selecionamos para você terminar o ano aproveitando a diversidade de São Paulo. Além de aprender ou se aperfeiçoar em uma atividade, as oficinas são um ponto de encontro para conhecer outras pessoas e compartilhar experiências.

Espalhadas pela cidade, em museus, bibliotecas e centros culturais, elas não custam um tostão. Olha o que tem de bom:

ARTES

Oficina de Desenho

Para participar dessa atividade, só precisa ter interesse em desenhar, porque experiência não é necessária. Comandada pelo artista plástico convidado Marcos Gorgatti, a oficina acontece em um museu; logo, inspiração não vai faltar! São 25 vagas para participantes a partir de 16 anos e é preciso se inscrever por e-mail. Há um intérprete de libras para pessoas com deficiência auditiva.

Vai lá:
Museu da Casa Brasileira - Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2705, Jardim Paulistano
Dia 8 de dezembro (sábado), das 10h às 12h.
Inscrições por e-mail: agendamento@mcb.org.br
Telefone: (11) 3026-3913

Rockstars de pano

Aprenda a fazer bonecos de pano com técnicas de costura, bordado e colagem com o ateliê Agulha Pop. O tema é estrelas do rock. Então vale soltar a criatividade e transformar o boneco em Freddie Mercury, David Bowie ou quem mais você quiser. As vagas são limitadas e a retirada de ingressos é feita no dia, 30 minutos antes do início da atividade.

Vai lá:
Sesc Avenida Paulista (4º andar) - Avenida Paulista, 119, Bela Vista
Dias 2 e 16 (domingos), das 14h30 às 17h30.
Mais informações no site.

Positivando fotografias

Divulgação
O processo de positivar fotografias é ensinado na oficina do coletivo Pinrôle Imagem: Divulgação
Quem curte fotografia analógica talvez saiba que a maioria dos processos fotográficos gera, inicialmente, imagens negativas, ou seja, com luminância e cores invertidas. Na oficina, o coletivo Pinrolê ensina a reverter isso, positivando negativos de papel ou filme em laboratório preto e branco. São 10 vagas disponíveis por ordem de chegada e não precisa levar material, apenas seu interesse em aprender mais sobre fotografia! Experiência também não é um requisito para participar.

Vai lá:
Centro Cultural São Paulo (Laboratório Fotográfico) - Rua Vergueiro, 1000, Paraíso
Dia 8 de dezembro (sábado), das 14h às 17h.
Mais informações no Facebook.

Abanadores Krahô

Tá aí algo que talvez você nunca pensasse em fazer: um abanador indígena. A atividade faz parte de um projeto de imersão cultural do Sesc com as tribos Guarani (SP), Xavante (MT) e Krahô (TO). As mulheres Krahô vão ensinar a fazer o abanador com materiais do cerrado. E isso vai muito além da aprendizagem manual: é uma oportunidade para conhecer de perto a cultura indígena. As inscrições são feitas no dia da oficina.

Vai lá:
Sesc Pinheiros (sala de múltiplo uso, 3º andar) - Rua Paes Leme, 195, Pinheiros
Dia 1 (sábado), das 13h às 14h.
Mais informações no site

Oficinas na calçada

Bordado, poesia e serigrafia (impressão de texto ou figura em uma superfície) são algumas das técnicas que os participantes dessas oficinas vão aprender e usar para criar suas obras em torno do tema "morar". O nome da oficina não é por acaso: ela acontece na calçada do Museu da Casa Brasileira. Para participar é só chegar.

Vai lá:
Museu da Casa Brasileira - Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2705, Jardim Paulistano
De terça a sexta-feira (até 18/12), das 10h30 às 12h30.
Telefone: (11) 3026-3913

CORPO E MENTE

Psicodrama Público

Divulgação/Psicodrama Público
Oficina de psicodrama no Centro Cultural São Paulo Imagem: Divulgação/Psicodrama Público
O método trabalha as relações interpessoais e particulares por meio da dramatização. Sem tema ou roteiro preestabelecido, o grupo compartilha ideias, experiências e valores a partir da construção coletiva de histórias encenadas. Ficou curioso? Em dezembro vão rolar três oficinas com psicodramatistas e atores para você descobrir essa técnica. Não precisa fazer inscrição.

Vai lá:
Centro Cultural São Paulo (Piso 23 de Maio - Porão) - Rua Vergueiro, 1000, Paraíso
Dias 1, 8 e 15 de dezembro (sábados), das 14h às 16h30.
Mais informações no Facebook ou por e-mail oficinasccsp@prefeitura.sp.gov.br

Práticas de meditação

Considerada um antídoto contra o estresse e a ansiedade, a meditação pode ser uma grande aliada de quem tem um dia a dia agitado e está precisando se acalmar e melhorar o foco. É preciso prática para alcançar os resultados, então não vale desistir logo de primeira.

Vai lá:
Biblioteca Álvaro Guerra - Avenida Pedroso de Morais, 1919, Pinheiros
Dias 6, 13 e 20 (quintas-feiras), das 11h às 12h
Telefone: (11) 3031-7784
Mais informações no Facebook

Oficina de Tai Chi Chuan

Divulgação
O Tai Chi Chuan é uma arte marcial que pode ser praticada de forma terapêutica Imagem: Divulgação
Essa é outra prática milenar que vale a pena conferir. O Tai Chi Chuan combina exercícios de respiração e movimento que ajudam na concentração, flexibilidade, equilíbrio e, também, no combate ao estresse. Ou seja: a rotina está pesando? Corra para essa oficina!

Vai lá:
Biblioteca Álvaro Guerra - Avenida Pedroso de Morais, 1919, Pinheiros
Dias 5, 12 e 19 (quartas-feiras), das 14h às 15h, e 8, 15 e 22 (sábados), das 10h às 12h.
Telefone: (11) 3031-7784
Mais informações no Facebook

Lian Gong e Dança Circular

Enquanto a prática oriental ajuda a restaurar a vitalidade do corpo, melhorando os movimentos e agindo contra dores, a dança circular incentiva o espírito coletivo e a conexão entre as pessoas por meio de melodia e movimentos. Um prato cheio para relaxar e cuidar do corpo e da mente.

Vai lá:
Biblioteca Brito Broca - Avenida Mutinga, 1425, Vila Pirituba
Dias 6, 13 e 20 (quintas-feiras), das 9h15 às 10h15.
Telefone: (11) 3904-1444
Mais informações no Facebook

Oficina de Capoeira

Essa prática brasileiríssima mistura arte marcial, dança e música. Seu papel na cultura é tão importante que, em 2014, foi reconhecida como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Na aula você aprende os golpes e acrobacias, guiados pelo ritmo do berimbau, além da história por trás desse esporte. Não se esqueça de ir com roupas confortáveis para ficar à vontade e conseguir fazer os movimentos.

Vai lá:
Biblioteca Menotti Del Picchia - Rua São Romualdo, 382, Limão
Dias 6, 13 e 20 (quintas-feiras), das 15h às 17h
Telefone: (11) 3966-4814
Mais informações no Facebook

Acroyoga

Prepare-se para se contorcer. Um pouco diferente da yoga, essa modalidade mistura acrobacia e até mesmo massagem tailandesa. Além de trabalhar a concentração, força e equilíbrio, a acroyoga desenvolve a confiança, já que os exercícios costumam ser feitos em duplas. Então é preciso se entregar e trabalhar em conjunto.

Vai lá:
Sesc Avenida Paulista - Avenida Paulista, 119, Bela Vista
Dias 1, 8 e 15 (sábados), das 10h10 às 11h10.
Mais informações no site

Circuito de Slackline

A famosa corda bamba ganhou muitos adeptos. Você já tentou? É um baita exercício de superação, porque é difícil fazer o trajeto inteiro na primeira vez. Equilíbrio, coordenação motora, força e velocidade de reação são alguns dos pontos trabalhados nessa atividade. Não se esqueça de ir com roupas confortáveis.

Vai lá:
Sesc Campo Limpo - Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 120, Campo Limpo
Terças, quartas, quintas e sextas-feiras (até 23/12), das 13h30 às 21h30, e sábados e domingos (até 23/12), das 10h30 às 18h30.
Mais informações no site

Aulas de forró

O forró é contagiante e nada melhor que saber dançar para aproveitar esse ritmo bem brasileiro. Se tiver um par, pode levar. Se não tiver, não tem problema, basta chegar. A atividade é gratuita, mas, se o participante tiver vontade, pode colaborar com o valor que quiser para ajudar na manutenção no projeto, de autoria do Movimento Mais Flow.

Vai lá:
Centro Cultural São Paulo - Rua Vergueiro, 1000, Paraíso.
Dias 3, 10 e 17 (segundas-feiras), das 19h30 às 21h.
Mais informações no Facebook

Rapel

Se você acha que rapel só se faz na natureza, se enganou. A galera do Movimento Mais Flow se uniu ao Limite Radical Rappel Jump para a descida rolar em plena selva de concreto. Para participar é só ter coragem. O rapel é guiado por instrutores e acontece na ponte da Avenida Doutor Arnaldo, na saída do metrô Sumaré. É grátis, mas há uma colaboração sugerida de R$10 para manutenção do projeto.

Vai lá:
"Ponte da Sumaré" (saída do Metrô Sumaré) - Avenida Dr. Arnaldo, 1470, Sumaré.
Dias 6 e 13 (quintas-feiras), das 20h às 22h.
Mais informações no Facebook.

MOBILIDADE

Oficina Mão na Roda

Divulgação
A oficina Mão na roda dispõe de infraestrutura e conhecimento para ajudar os ciclistas Imagem: Divulgação
Nessa oficina você aprende a consertar e fazer a manutenção da sua bike. Além de desenvolver seu lado mecânico, para ter muito mais autonomia no seu dia a dia com a magrela, a oficina é um ponto de encontro para trocar experiências e debater a mobilidade urbana. Não precisa levar caixa de ferramentas ou fazer inscrição.

Vai lá:
Centro Cultural São Paulo - Rua Vergueiro, 1000, Paraíso
Dias 4 e 11 (terças-feiras), das 19h às 22h, e 2, 9 e 16 (domingos), das 14h às 18h.
Mais informações no Facebook ou por e-mail maonaroda@ciclocidade.org.br

Mais Cultura e lazer