menu
Topo

Cultura e lazer

Viva a cidade. Saboreie experiências.


Conheça 5 bares para comer tapas espanholas em São Paulo

Divulgação
Croquetas de Jamón, do Museo Veronica Imagem: Divulgação

Patrícia Figueiredo

Colaboração para o Urban Taste, em São Paulo

07/02/2019 04h00

Presunto cru, pimentão, azeitonas, queijos? Os ingredientes típicos da Espanha instigam o hábito de salir de tapas com os amigos. Mas, calma, salir de tapas não quer dizer sair para estapear alguém. O termo é usado na Espanha para designar o costume local de comer e beber em um barzinho depois do trabalho. 

No país de Cervantes é comum encontrar bares onde são servidas, como cortesia, algumas pequenas porções de petiscos quando se compra uma cerveja ou um drinque - essas mini porções são as chamadas tapas. O costume de oferecê-las de graça infelizmente ainda não pegou em São Paulo mas, com calor convidando a botecar, sobram motivos para aproveitar muito bem os bares de tapas paulistanos nesse verão. 

Entre novidades e clássicos antigos, a gastronomia espanhola desponta em endereços de diferentes bairros. Veja cinco destaques: 

Sancho Bar y Tapas

Divulgação
Imagem: Divulgação
Um dos mais antigos e conhecidos bares de tapas da capital, o Sancho fica em um trecho da Rua Augusta próximo a cinemas e baladas, o que faz dele um ótimo programa para um esquenta mais arrumadinho. A maioria das tapas fica em um longo balcão, à vista da clientela, e são bocados montados sobre fatias de pão, com frios espanhóis, ovos e outros ingredientes. As receitas variam a cada dia e o preço de cada tapa também muda. Da cozinha saem pedidas quentes fixas como as patatas bravas (R$ 23,90), batatas rústicas fritas acompanhadas de molho de pimentão picante, ou as cocas, espécie de pizza espanhola, na sua versão mais tradicional coberta com pimentões defumados e queijo de cabra (R$ 29,90), além de tapas mais elaboradas como as lulas empanadas com páprica (R$ 36,90). 

Vai lá:
Rua Augusta, 1415, Consolação, São Paulo. 
Segunda, das 12h às 14h30 e das 17h às 24h. 
Terça e quarta, das 12h às 24h. 
Quinta, das 12h à 1h.
Sexta e sábado, das 12h às 2h. 
Domingo, das 17h30 às 24h.
Telefone: (11) 3141-1956

Adega Santiago (Adeguinha)

Com três unidades em São Paulo e uma no Rio de Janeiro, a rede Adega Santiago é muito procurada por executivos e casais em busca de tapas e pratos da gastronomia ibérica em um ambiente badalado. Apesar disso, na unidade da Rua Doutor Melo Alves, o lado bar fica mais em evidência e o resultado é mais despretensioso. Conhecida como Adeguinha, a pequena filial é quase uma versão mini do restaurante-mãe. A decoração é mais rústica, com barris de madeira e tijolinhos à vista, e predominam no cardápio as receitas para petiscar. A seleção de tapas do dia, listadas na lousa, varia a cada semana, mas há sempre as tostadas de figo assado e jamón serrano (R$ 46 com oito pedaços, R$ 32 com quatro) ou de chorizo com cebola caramelizada (R$ 43 com oito, R$ 29 com quatro). Da grelha saem caprichados (ainda que caros) espetinhos mistos de lula, polvo e camarão (R$ 85 a porção com dois espetos). 

Vai lá:
Rua Doutor Melo Alves, 728, Jardins, São Paulo. 
Segunda, das 12h às 15h e das 18h às 23h. 
Terça à quinta, das 12h às 15h e das 18h às 24h. 
Sexta e sábado, das 12h às 24h. Domingo, das 12h às 22h.
Telefone: (11) 3061-3323

Museo Veronica

Divulgação
Imagem: Divulgação
Sobre as paredes vermelho-carmim desse pequeno restaurante de bairro estão lousas com os cardápios do dia. Os pratos mudam com frequência, mas a freguesia, atraída pelos preços camaradas, parece ser sempre a mesma. Chegue cedo para almoçar tapas no fim de semana -- aos sábados e domingos, o lugar lota por conta da proximidade com o Parque do Ibirapuera -- ou antes das 19h para um happy hour durante a semana. Uma das receitas mais pedidas é a porção de croquetas de jamón (R$ 20), bem crocantes, mas vale a pena inovar também com a sardinha escabeche (R$ 12). Além do ambiente principal, foi inaugurado, em março do ano passado, um bar anexo chamado Taberna del Museo, que funciona como espera e também tem um menu próprio. Ali o esquema é ainda mais informal: os petiscos ficam expostos em uma vitrine refrigerada e as pequenas porções custam no máximo R$ 22. Se estiver na região de Santo Amaro, procure os outros dois restaurantes do mesmo grupo, Maripili e Carmen La Loca, ambos com receitas espanholas como a casa de Moema. 

Vai lá: 
Rua Tuim, 370, Moema, São Paulo. 
Segunda a sexta, das 12h às 23h. 
Domingo, das 9h às 16h.
Telefone: (11) 5051-2654

Arlete Bar e Mercearia

Recém-inaugurado na região conhecida como Baixo Pinheiros, a história desse misto de bar e mercearia começou quando a proprietária Monica Cury largou seu emprego para fazer tábuas de frios e antepastos sob encomenda. A ideia era entregar, via delivery, aperitivos selecionados como embutidos artesanais e queijos de pequenos produtores. O conceito evoluiu e daí nasceu o bar com receitas de sotaque espanhol, pensadas para compartilhar. Além dos frios e queijos fatiados na hora do pedido, montados em belas composições com geleias e frutas secas, há também petiscos quentes como croquetas, bolinhos bem cremosos à base de molho béchamel, e as tostadas, espécie de sanduíche aberto semelhante a uma bruschetta.

Vai lá:
Rua Vupabussu, 101, Pinheiros, São Paulo. 
Quarta a sábado, das 18h às 24h. 
Domingo, das 17h às 23h.
Telefone: (11) 2495-4750

Taberna 474

Divulgação
Imagem: Divulgação
No meio do glamour dos Jardins, é uma espécie de oásis o ambiente rústico onde se instalou a Taberna 474, com mesinhas na calçada e tudo. De inspiração ibérica, o menu mescla clássicos da cozinha espanhola com receitas lusitanas, dando destaque especialmente aos produtos do mar. O esmero já começa no couvert (R$ 11 por pessoa) de azeitonas marinadas e amêndoas tostadas. O auge são os petiscos crus, especialmente o prato de peixes frescos e camarão (R$ 91), todos marinados com limão e azeite, bom para ser compartilhado em um dia de verão. Quem prefere aperitivos quentes pode apostar na porção de gambas al ajillo (R$ 91), camarões feitos no forno à lenha com azeite, páprica e pimenta dedo de moça. 

Vai lá:
Rua Maria Carolina, 474, Jardins, São Paulo. 
Segunda a quinta, das 12h às 15h e das 19h às 23h. 
Sexta e sábado, das 12h às 24h. 
Domingo, das 12h às 19h.
Telefone: (11) 3062-7098

Mais Cultura e lazer