Topo

Cultura e lazer

Viva a cidade. Saboreie experiências.

Com (ou sem) ketchup: 5 lugares para comer uma pizza incrível no Rio

Ricardo Dangelo / Divulgação
Pizza Carbonara, da Bráz Imagem: Ricardo Dangelo / Divulgação

Luciana Mastrorosa

Colaboração para o Urban Taste

21/06/2018 11h02

Pizza é um fenômeno que deveria ser estudado na academia. Inventada na Itália, se popularizou mundo afora como um dos pratos rápidos mais adorados do planeta. Em São Paulo, hoje com uma pizzaria em cada esquina, essa tradição chegou com os imigrantes italianos e, recentemente, tem crescido a procura pelas redondas feitas como em Nápoles, a pizza "original" – massa de fermentação natural, com ingredientes selecionados na cobertura. No Rio de Janeiro, a coisa muda de figura.

"O Rio já começou num patamar diferente, demorou para esse estilo de pizza mais tradicional chegar", diz Eduardo Cunha, sócio da Bráz na cidade. Para Eduardo, São Paulo foi privilegiado nesse ponto, por causa da imigração, conseguindo obter uma excelência em pizzas muito antes. "No Rio, o pessoal ouviu falar na pizza e começou a fazer, mas não tinha ainda a qualidade digna da verdadeira pizza napolitana".

No início dos anos 2000, o cenário começou a mudar. A Bráz, um dos sinônimos de boas pizzas em São Paulo, chegou ao Rio em 2007, levando ao público carioca sua expertise e ajudando a fazer parte dessa mudança. Conta agora com duas casas na cidade, na Barra da Tijuca e no Jardim Botânico. "Hoje, a gente nem serve ketchup na mesa, porque ninguém mais pede", afirma o empresário, comentando sobre esse hábito que tanto diferencia paulistanos e cariocas.

Veja também:

Como afirma Eduardo, o paulistano ainda come mais pizza: São Paulo tem mais de 6 mil pizzarias! "Mas proporcionalmente, na classe média, que consome esse tipo de redonda mais elaborada, o Rio está começando a se igualar a São Paulo. A coisa caminha para o melhor, sempre. A gente torce para isso", diz ele.

Com ou sem ketchup e mostarda para acompanhar, fato é que a qualidade das pizzas tem crescido muito no Rio de Janeiro, seja com franquias já renomadas, ou pela iniciativa de chefs locais, em estabelecimentos menores, mas cheios de personalidade, como a moderna Ferro e Farinha.

Veja cinco lugares para provar pizzas de alta qualidade no Rio de Janeiro.

Tomas Rangel / Divulgação
Imagem: Tomas Rangel / Divulgação
 Ferro e Farinha

Das mãos do chef nova-iorquino Sei Shiroma, saem pizzas feitas ao estilo de Nápoles, com massa de fermentação natural e coberturas um pouco diferentes do imaginado. O projeto começou com um forno a lenha rodando na rua e se desdobrou nesta casa, no Catete, que serve hoje uma das melhores pizzas do Rio, com novos sabores toda semana. Espere discos de massa bem assados, com bordas ligeiramente chamuscadas e coberturas como a da Adobo Verde, com molho, queijo grana padano, couve marinada em shoyu e gengibre, mel picante e alho confit.

Vai lá:
Rua Andrade Pertence, 42 – D, Catete, Rio de Janeiro

Ella

Boas pizzas de borda alta e massa elástica, recheadas com capricho, dividem a atenção com os drinques criativos da casa. Comandada por Pedro Siqueira, da cozinha saem discos feitos à moda napolitana, também com massa de fermentação natural. A borda é algo levado tão a sério na Ella que virou até entrada, servida com molho pesto, tomate e creme fresco. Além das coberturas tradicionais, como margherita, prove também as mais novidadeiras. A Polpa leva creme azedo, polvo crocante, panceta defumada, vinagrete de pimenta biquinho e rúcula selvagem.

Vai lá: 
Rua Pacheco Leão, 102, Jardim Botânico, Rio de Janeiro.

Ricardo Dangelo / Divulgação
Imagem: Ricardo Dangelo / Divulgação
 Bráz

Com duas unidades na cidade, a Bráz trouxe de São Paulo sua expertise em boas pizzas napolitanas. Além da massa de fermentação natural, feita de farinha italiana, todos os ingredientes usados na confecção das redondas recebem uma atenção especial. A campeã de pedidos, em todas as casas, ainda é a Caprese, com tomate caqui, muçarela de búfala artesanal, folhas de manjericão gigante e pesto de azeitonas pretas.

Vai lá:
Av. Érico Veríssimo, 46, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.
Rua Maria Angélica, 129, Jardim Botânico, Rio de Janeiro.

Pappa Jack

Inspirado não apenas nas boas pizzas de Nápoles, mas também em sua gastronomia, a Pappa Jack tem redondas e pratos caprichados servidos em unidades no Leblon, em Copacabana e na Barra da Tijuca. A massa, leve e crocante, é elaborada com longa fermentação e farinha italiana. Dentre as coberturas, destacam-se os sabores tradicionais, como a portuguesa, com muçarela de cura especial e presunto royale, cebolas refogadas e ovos de codorna, gratinada com parmesão. Prove também as mais criativas, como a redonda que leva o nome da casa, com molho de tomate natural, orégano chileno, muçarela de cura especial e linguiça calabresa artesanal.

Vai lá:
Rua Raimundo Corrêa, 11, Copacabana, Rio de Janeiro.

Divulgação
Imagem: Divulgação
 Pizza Park Humaitá

Aos pés do Cristo Redentor, a Pizza Park Humaitá une uma tradição de mais de 25 anos no preparo das redondas. Antes elaboradas apenas com massa fina, agora abraçou também a onda das massas mais grossas, assadas em forno a lenha. O capricho segue com o molho, elaborado com tomate pelado San Marzano, conhecido pela doçura. A pizza de Burrata Trufada leva muçarela de búfala, gorgonzola, rúcula, presunto de Parma e um toque de azeite trufado. Paladares mais tradicionais devem preferir a pizza Da Nona, com muçarela, berinjela, alho, cebola e orégano.

Vai lá:
Rua Voluntários da Pátria, 448, Humaitá, Rio de Janeiro.

Mais Cultura e lazer