menu
Topo

Cultura e lazer

Viva a cidade. Saboreie experiências.

A doce SP de Marilia Zylbersztajn tem tarte tatin, sorvete e bolo de milho

Divulgação
Marilia Zylbersztajn Imagem: Divulgação

Luciana Mastrorosa

Colaboração para o Urban Taste, em São Paulo

08/11/2018 04h00

A confeiteira Marilia Zylbersztajn conquistou a cidade com seus doces leves e delicados, nada carregados em açúcar. Assim como as delícias que saem de suas mãos, Marilia também prefere as sobremesas mais equilibradas, sem grandes excessos. Psicóloga de formação, a chef largou a profissão para se dedicar a uma paixão antiga: fazer doces.

"Estudei numa filial do Le Cordon Bleu, em São Francisco, na Califórnia. Queria aprender as técnicas francesas, mas tendo a relação com os ingredientes que os norte-americanos vêm desenvolvendo, principalmente nessa parte do país. Escolhi ir para a Califórnia por isso, para me aproximar de como fazer coisas mais frescas, rústicas e naturais", explica ela.

Essa assinatura fica expressa nos doces de suas confeitarias, com duas lojas em São Paulo. Apreciadora de sobremesas, Marilia não renuncia ao açúcar nem prega pelo excesso. "Acho que a gente vive uma confeitaria aqui que vai muito para dois polos: um é o excesso, com doces cheios de leite condensado, o outro é a confeitaria do nada, sem glúten, sem lactose, sem açúcar", acredita.

Veja também:

Diante disso, ela tenta ir pelo meio-termo. Encara o açúcar como um ingrediente coadjuvante, não como o principal. "Se fizer uma torta de pera, ela terá gosto da fruta de verdade." Essa linha fica bem clara nos carros-chefes da casa, como a torta de maçã com creme de baunilha e amêndoas, receita que a chef trouxe da Bretanha, na França, e a torta explosão de chocolate, com chocolate belga 70% cacau, sem farinha, bem intensa.

Divulgação
Torta explosão de chocolate, com chocolate belga 70% cacau, de Marilia Zylbersztajn Imagem: Divulgação

Para Marilia, o segredo de sucesso de um bom doce é o equilíbrio. "Quanto menos ingrediente usar, melhor. Se tem um monte de coisa, você nem sabe mais o que está comendo, não consegue distinguir os sabores", acredita. "Para mim, comer doce é um momento de prazer, uma pausa. Na minha alimentação toda eu tento seguir a máxima de um pouco de tudo e muito de nada."

A confeiteira gosta de sair para comer e aproveitar a cidade. E como boa apreciadora de doces que é, tem seus favoritos na capital, onde mora. "Foi difícil escolher, pensei nos que acho que valem a pena mesmo", confessa. Então aproveite a expertise de Marilia Zylbersztajn e conheça suas sobremesas mais queridas em São Paulo.

Tarte Tatin, do Ici Bistrô

Bruno Geraldi / Divulgação
Imagem: Bruno Geraldi / Divulgação

Neste bistrô tipicamente francês, o chef Benny Novak se esmera na oferta de clássicos gauleses, como tartares, tutano e escargot. A carta de sobremesas segue a mesma linha, apresentando doces tradicionais, como o mil-folhas e crème brûlée. A tarte tatin (R$ 46) da casa é a favorita de Marilia. Preparada à la minute, serve duas pessoas. "Essa torta é muito fora da curva para sobremesa de restaurante, eles fazem na hora, é doce na medida, adoro", diz a confeiteira.

Vai lá:
Rua Pará, 36, Higienópolis.
Segunda a quinta, das 12h às 15h e das 19h à 0h.
Sexta, das 12h às 15h e das 19h30 à 0h30.
Sábado, das 12h30 às 16h e das 19h30 à 0h30.
Domingo, das 12h30 às 17h.
Telefone: (11) 3259-6896 / (11) 3257-4064

Café Lime, da Gelato Boutique

Reprodução / Instagram
Imagem: Reprodução / Instagram

Marcia Garbin é uma mestre-sorveteira que preza pela qualidade dos insumos e aposta em sorvetes artesanais, sem aditivos e feitos do zero. O Caffè-Lime (R$ 12), gelato de café especial com suco e raspas de limão, é o sabor favorito de Marilia. "O cuidado da Marcia com a escolha de ingrediente não existe em lugar nenhum, eu acho o máximo. Além disso, ela usa muito pouco açúcar, o sabor da fruta se destaca", afirma ela.

Vai lá:
Rua Pamplona, 1023, Jardim Paulista.
Segunda, das 11h às 20h.
Terça a quinta, das 10h às 20h.
Sexta, das 10h às 21h.
Sábado, das 11h às 21h.
Domingo, das 11h às 20h.
Telefone: (11) 3541-1532

Avenida Paulista, 1230, Bela Vista.
Todos os dias, das 11h às 22h.
Telefone: (11) 3595-2560

Queijada, da Casa Mathilde

Divulgação
Imagem: Divulgação
Doces portugueses, em geral, são conhecidos pela abundância de açúcar, gemas e ovos. No entanto, a queijada da Casa Mathilde conquistou o coração de Marilia. "A gente tem essa ideia de que sobremesa portuguesa é muito sempre cheia das coisas e não é, esta é super sequinha. Eu gosto porque é doce na medida e é diferente das guloseimas tradicionais portuguesas mais famosas, como o pastel de nata". Elaborada de maneira artesanal, a queijada leva ingredientes simples, como ovos, farinha, amêndoa, açúcar, canela, ovos e limão. Além dessa sobremesa, essa casa tipicamente portuguesa tem outras delícias da doçaria lusa, além de pães e salgados artesanais. "A queijada de lá faz jus aos doces portugueses tradicionais", acredita.

Vai lá:
Loja Centro
Praça Antonio Prado, 76
Segunda a sexta, das 9h às 19h30.
Sábado e feriados, das 9h30 às 16h30.
Fecha aos domingos.
Telefone: (11) 3106-9605

Loja Moema
Avenida Ibirapuera, 2082
Segunda a sexta, das 9h às 20h.
Sábado, domingo e feriados, das 9h às 22h.
Telefone: (11) 5051-3204

Loja Santana
Rua Conselheiro Moreira de Barros, 2780. Santana Parque Shopping.
Segunda a sábado, das 10h às 22h.
Domingo e feriados, das 14h às 20h.
Telefone: (11) 2208-2714

Quiosque Pátio Paulista
Shopping Pátio Paulista - Rua Treze de Maio, 1947, piso Treze de Maio.
Segunda a sábado, das 10h às 22h.
Domingo e feriados, das 14h às 20h.
Telefone: (11) 3171-1725

Quiosque Higienópolis
Shopping Pátio Higienópolis - Avenida Higienópolis, 618, piso Veiga Filho.
Segunda a sábado, das 10h às 22h.
Domingo e feriados, das 14h às 20h.
Telefone: (11) 3823-2504

Bolo de fubá de milho cremoso, da Padoca do Maní

Roberto Seba / Divulgação
Imagem: Roberto Seba / Divulgação
Sob os cuidados da chef Helena Rizzo, do restaurante estrelado Maní, em Pinheiros, a Padoca do Maní tem variado cardápio de café da manhã, como os bons pães artesanais e os bolos. Para Marilia, o bolo de fubá de milho cremoso (R$ 11 a fatia) é um dos doces mais gostosos da cidade. "Amo bolo de fubá e de milho e o de lá é realmente muito bom", diz ela. Molhadinho e cremoso, é perfeito para a hora do café ou lanche da tarde.

Vai lá:
Padoca do Maní - Rua Joaquim Antunes, 138, Jardim Paulistano.
Segunda a sexta, das 7h30 às 19h30.
Sábado, das 7h30 às 17h30.
Domingo, das 7h30 às 14h.
Telefone: (11) 2579-2410

Choux Cream, da chef Vivianne Wakuda

Rafael Salvador / Divulgação
Imagem: Rafael Salvador / Divulgação

A chef  Vivianne Wakuda é conhecida pela delicadeza de seus doces. Depois de sair do restaurante paulistano Aizomê, a chef pâtissière segue em carreira solo e fornece suas sobremesas para locais como Jojo Ramen, Hirá Ramen Izakaya e Peixaria Mitsugui, na capital paulista, ou sob encomenda por email (viwakuda@gmail.com). O preferido de Marilia é o choux cream (R$ 13), uma bomba de massa crocante e aerada, recheada com creme de baunilha. "É delicado, leve, o creme é muito sedoso, e a chef usa baunilha de verdade. Além disso, por fora está sempre crocante, uma delícia", diz Marilia.

Vai lá:
Jojo Ramen
Rua Dr. Rafael de Barros, 262, Vila Mariana
Segunda a sexta, almoço das 11h30 às 14h30.
Sábado, almoço das 12h às 15h.
Segunda a sábado, jantar das 18h às 22h.
Fechado aos domingos
Telefones: (11) 3262-1654, (11) 3279-5005

Hirá Ramen Izakaya
Rua Fradique Coutinho, 1240, Vila Madalena
Segunda a sexta, almoço executivo das 12 às 15h.
Sábado, domingo e feriado, almoço das 12h30 às 16h.
Domingo a quarta, jantar das 19h às 23h.
Quinta, jantar das 19h às 23h30.
Sexta e sábado, jantar das 19h às 24h.
Telefones: (11) 3031-3025/ (11) 3034-3832

Peixaria Mitsugui
Rua Galvão Bueno, 364, Liberdade
Terça a quinta, das 8h30 às 17h30 e das 19h às 23h.
Sexta e sábado, das 8h30 às 16h e das 19h às 23h.
Domingo, das 12h às 17h.
Fechado às segundas.
Telefone: (11) 3567-7670

Onde provar os doces de Marilia Zylbersztajn

Marilia Zylbersztajn

Rua Fradique Coutinho, 942, Vila Madalena.
Segunda a sexta, das 10h às 19h.
Sábado, das 10h às 18h.
Domingo, das 11h30 às 18h.
Feriados, das 11h às 18h.
Telefone: (11) 4301-6003

Rua Dr. Renato Paes de Barros, 433, Itaim Bibi.
Segunda a sábado, das 10h às 19h.
Telefone: (11) 3071-0041

Mais Cultura e lazer